Contextualização da temática

   Estes poemas configuram um olhar para o mundo dos trabalhadores, às vezes crítico, outras vezes sentidos na carne dos versos como sentimento de quem é explorado pela máquina capitalista. São esses versos a expressão teimosa daquele tempo que sobra para pensar, daquele tempo não doado à máquina e aos ladrões de vida alheia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s