Contextualização da temática

   Esses poemas traduzem um pouco desse último ato da vida chamado morte. Me atento com muitas palavras a esse episódio que todos os viventes um dia conhecerão. Tenho grande curiosidade por esse momento, isso não quer dizer que tenha pressa de conhecê-lo, quero é sair do campo imaginário para viver esse ato e saber-se morto, quando tal hora chegar no mais longe que puder levar minha vida. E na morte talvez desvendar os mistérios do tempo, porque vivemos perguntando e nunca sabemos para que serve de morrermos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s