Arquivo do mês: março 2020

Desdém by Hang Ferrero

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
saía sem qualquer arranhãode tantas malfadadas pragasque acreditava não terem sidoarquitetadas, de coração bruxarias que cruzavama minha caminhadatão espaçadas quenão enxergava a pretensão amargas frutas[das que mais gosto]que bem provadasme alimentavamdeixando são e o corpo expostoe…

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Foragido

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
Com mais durezas que as pedras Virgulino fugia Fugia da seca, fugia da morte, fugia do sol Caminhava no leito seco do rio sua secura de ferros De ossos presos à carne como grades em celas…

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Terra

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
Caríssima Terra quero dizer que te amo Mostrar meus agrados de filho Eis que a minha carne vem do teu ventre Minha arte e os sorrisos provocados por mim veem de ti Por tua cor as…

Publicado em Uncategorized | 9 Comentários

Bagas

Publicado originalmente em Um jardineiro poeta:
Um jardineiro poeta Ver o post original

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Bruno Ortiz -08

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
MasticadoresBrasil Ver o post original

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Fluindo néctar

Publicado originalmente em Um jardineiro poeta:
Um jardineiro poeta Ver o post original

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

Verde

Imagem | Publicado em por | 2 Comentários

Mundo em paz

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
Hoje é um bom dia para a paz Acordar em paz Lembrar que os sonhos foram beijos de paz na madrugada Abrir as janelas do lar e sentir o sol raiando a paz Olhar o jardim,…

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Fácies by Hang Ferrero

via Fácies by Hang Ferrero

Citação | Publicado em por | 2 Comentários

Outra paz — Um jardineiro poeta

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil: Tem uma paz que realmente quero A paz que está nas mãos da mulher que vem Espalha-se essa paz nos verdes olhos da mulher que vem Dos poros de seus braços nasce a paz da mulher … Continuar lendo

Citação | Publicado em por | 6 Comentários

A paz sem demora

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
Querem paz os indígenas nas suas aldeias de medo Os camponeses querem paz para o trigo e a terra Querem paz os operários em seus caminhos de suor As mulheres de Atenas e do mundo querem…

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Da natureza dos guepardos

Quando mamãe guepardo voltou da caçada Trouxe uma presa à boca de fera Os guepardinhos saciaram a fome Lambiam-se e retorciam-se na relva ensolarada Mamãe guepardo olhava a família feliz Ela sabia do amor devido aos filhos Sabia ser isso, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

Sobre a justiça

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
Há justiça para o pescador, para o mar não há justiça! Há justiça para o campesino, para o sangue não há justiça! Há justiça para o cego, para o sonho não há justiça! Há justiça para…

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Poeta

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
Poeta movido de luas uivadas Composto de versos raiados de sóis e selvas brumadas Poeta escrevendo no grito exultante as estrofes da faina E as vozes mudas dos pergaminhos pedindo palavras Poeta sonhando rimas nascidas na…

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Amazônia — Um jardineiro poeta

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil: Ainda é feita de árvores a tua floresta Ainda alagam-se as veredas de teus rios que são doces e imensos Teus cardumes são peixes atravessados de mercúrio São gentes palafitadas na flâmula verde do céu que … Continuar lendo

Citação | Publicado em por | 1 Comentário

Olhos de loba

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
Sabes que nos seus olhos tem uma paz ancorada Um tumulto tomando sol que reflete as tonturas de um início de inverno E o vento que percorre teus nervos permeiam as vozes do caos nas retinas…

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Essencial

Gosto de olhar-te quando bebes vinho Como sentes o líquido na língua Quando movimentas os lábios à sorver Agrada-me a fluidez em tuas veias Teus olhos assumem o brilho de videiras rebrotadas E tua alma acende uma luz parecida com … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Flor do Levante

Imagem | Publicado em por | 9 Comentários

Acabaram os cigarros

Publicado originalmente em MasticadoresBrasil:
No convés ensolarado de horizontes não fumam os marinheiros Não fumam os operários no descanso do dia De escalas em escalas não fumam as aeromoças baforadas de nuvens Não fumam os andarilhos mesclados às marquises da…

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

Bela delicadeza

Publicado originalmente em Um jardineiro poeta:
Um jardineiro poeta Ver o post original

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários