Arquivo do mês: julho 2017

Pedras riscadas

Imagem | Publicado em por | 4 Comentários

Lanchas

Imagem | Publicado em por | 2 Comentários

O manto

À noite, sonhos resvalam na névoa Atravessam as ruas Passam os rios de pedras polidas Caminham o silêncio das sombras.

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Das cinzas

É sempre preciso temer as cinzas Há olhos enfagulhados sob o pó Há ódios suicidas na poeira Calafrios, loucuras, ânsias de sangue Fragmentos calcinados exigindo vingança.

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Poema pequeno

Nunca diga-me meias palavras Diga-me palavras inteiras ou então o silêncio.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Do nosso sangue

Andamos nos caminhos vendo flores morenas Os olhares dos milênios no sangue da América Somos o desenho riscado ao luar da esperança Atravessamos as brisas, os dias de sol… Batemos sempre forte por livres amanhãs Não perdoamos os que deixaram … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 8 Comentários

Das veias abertas

Estamos nas tuas palavras Somos um pensamento que habita, fustiga, encobre o solo das desesperanças Somos os cabelos perfumados da noite O desentrave dos escombros jogados à lua À escura lua Somos loucos meteoros vagando à nuvem de suas imensas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 6 Comentários

A5

Em que mares a paisagem assume fragmento? Em que árvore veloz pássaros não pousam? Aqui colhemos canções em seca árvore nascida à margem dos sonhos Laminamos o estranho, inocentamos a pedra No antiverso das amuradas guardamos o risco grungeado das … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Um lugar

Vizinha da frente tem uma roseira branca na janela Vizinha da frente também tem pequenas luzinhas na janela Vizinha da frente enfeita a vida com rosas e com luzes.

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Lugar à margem

Imagem | Publicado em por | 4 Comentários

Balsa

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Sobre esses dias

Quero um lenheiro Quero frutas nos cachos Quero sóis, quero nevascas Quero amplidões e desesperos saídos de gaitas Quero as curvas das montanhas e da moça que olha-me quero o calor e o agitamento do seu coração Quero ventos convulsos … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Lagoa da Conceição – SC

Imagem | Publicado em por | 9 Comentários

Espreita

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

Rio Camboriú

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário